Inteligência Artificial: Futuro ou presente?

illustrations

As tecnologias que sempre preencheram a cultura popular estão cada vez mais reais e presentes no cotidiano. Ao mesmo tempo em que perguntamos se o tal futuro da ficção chegou, também precisamos lidar com questões controversas.

Publicado em 07/05/2020 por Samuel Nepomuceno

Quem, ao assistir aqueles filmes ou animações na infância não se pegava maravilhado ou temeroso por robôs e tecnologias com inteligência quase humana? Como não lembrar da Rosie, a babá dos Jetsons, o Hal, de 2001, os robôs que Will Smith lutou contra em Eu, Robô, ou até mesmo o Ultron, dos quadrinhos? Todos eles nos faziam pensar em como essa tecnologia parecia tão distantes de nós… Mas será que essa distância ainda existe hoje mesmo? A Inteligência Artificial é futuro ou presente?

É comum encontrar pessoas que nutrem sentimentos por esses personagens super inteligentes que circularam e continuam circulando na cultura popular. Espanto, admiração, receio, as emoções inspiradas pelos roteiristas e autores desses personagens agora devem ser direcionadas às tecnologias autônomas, que estão cada vez mais palpáveis. A Inteligência Artificial, enquanto uma tecnologia que embarca tantas outras, que permite que máquinas sintam, compreendam e aprendam, possui um potencial até então desconhecido. Portanto, os malefícios trazidos por ela podem assustar e trazer consequências mais danosas do que na ficção.

Comportamentos controversos, como o reconhecimento facial que tende a identificar pessoas negras como potenciais criminosos, ou falhas de segurança de carros autônomos, são só alguns dos exemplos que alimentam possíveis desconfianças. Apesar de controvérsias, é inegável afirmar que a IA está na vanguarda das inovações tecnológicas e, antes da crise provocada pelo coronavírus, especialistas apontavam 2020 como sendo o ano de maior crescimento.

É possível notar que a Inteligência Artificial está passando por um processo de normalização pelo qual também passaram tantas outras tecnologias. Assistentes Virtuais, Chatbots, ou mesmo itens menos comuns na realidade brasileira, mas que fazem sucesso no exterior, como eletrodomésticos inteligentes, já passam despercebidos como elementos cotidianos.

Enquanto a sociedade se acostuma com as inovações, soluções para a indústria, medicina e pesquisa se tornam cada vez mais apuradas e relevantes. Em dezembro, uma IA emitiu alerta sobre o coronavírus e o caminho que ele traçaria, antes mesmo que os focos de transmissão fossem confirmados.

Sendo assim, o potencial da Inteligência Artificial é imenso Assim como Hal ou Ultron, o potencial de uma IA na vida real também é enorme e até onde se pode observar, infinito, mas a verdade é que o futuro é hoje, e é papel de desenvolvedores e pesquisadores fazer com que ele seja positivo.